27
Out 06
publicado por brmf, às 18:30link do post | comentar

"O ridículo português" pelo Ricardo Costa no DE:    

" (...)

Sobre as contas dos partidos das últimas eleições basta recordar o que disseram os responsáveis dos partidos:

- Martim Borges de Freitas, do CDS, disse que os partidos ainda não estavam preparados para “aplicar as regras contabilísticas”.

- Jerónimo de Sousa, líder comunista, considerou que “é quase preciso montar uma área de contabilidade muito diversificada”.

- Rogério Moreira, tesoureiro bloquista, admitiu ser necessária uma alteração à lei, na medida em que esta apresenta “aspectos particularmente confusos e até contraditórios”.

- Vitalino Canas, do PS, exigiu “a alteração da cultura e regras que vigoram dentro dos partidos políticos”.

- Miguel Macedo, do PSD, anunciou a contratação dos serviços de uma empresa de auditoria internacional para fazer frente ao “conjunto de irregularidades” detectadas nas contas dos sociais-democratas.

Caro contribuinte, da próxima vez que for chamado às Finanças experimente argumentar com qualquer uma das frases dos responsáveis partidários (e dois deles foram secretários de Estado!). Garanto-lhe que não terão piedade de si e que vai pagar tudo, incluindo coimas e juros de mora e afins. O ridículo mata. E, às vezes, até mata democracias.
"

Secções:

o docontra e eu
Sempre a par
pesquisar neste blog
 
Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
12
14

15
16
21

22
28

29


comentários recentes
<br />O grupo Maria Isco fornece ajuda para ...
Meus amigos lá é uma nova maneira de se tornar mui...
Nós somos um fornecedor de empréstimos de dinheiro...
Twitter
links
Twingly BlogRank