13
Mai 13
publicado por brmf, às 13:34link do post | comentar

Ontem foi dia de sarar feridas. "Sofremos como cães", tal como nos desejaram, é verdade. Mas tal como os cães, somos leais. Leais à causa. Foi somente a derrota que mais me custou ver em toda a vida de benfiquista. Mais do que os 5-0, mais do que os 7-1. Mais do que tudo. Porque dói quando é injusto. Porque dói quando já não se espera. Simplesmente porque dói. Mas doridos, cá estamos. Senti-me como o Jesus. Para lá do gozo dos adversários, foi o momento mais trágico-belo de todo o jogo, o ajoelhar do Jesus. Personificou na perfeição o sentimento dos benfiquistas. Um só gesto e tão meu, tão nosso. Mas hoje é outro dia. Já consigo não pensar no Benfica a cada dez segundos. Faço de tudo para não ter esperança para quarta-feira. Finjo que não acredito. Mas lá no fundo, o Benfica, mesmo sendo vermelho, é a própria esperança. Como fugir da esperança? Digam-me e eu fujo. Viva o Benfica!

Secções: , ,

o docontra e eu
Sempre a par
pesquisar neste blog
 
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


comentários recentes
Meus amigos lá é uma nova maneira de se tornar mui...
Nós somos um fornecedor de empréstimos de dinheiro...
Grave um depoimento dinheiro pronto quando bancos ...
Twitter
links
subscrever feeds
Twingly BlogRank