30
Ago 10
publicado por brmf, às 12:45link do post | comentar

Paulo Portas, no seu discurso de reentre política, propôs a existência de julgamentos sumários para os delinquentes apanhados em flagrante delito, ao que acresceu um referendo para validar a proposta. A pergunta proposta parece que é: “Querem que um delinquente apanhado em flagrante a cometer um crime seja, obrigatoriamente, sujeito a um julgamento rápido, em regra nas 48 horas seguintes?”. Eu pergunto, e por que não: “Querem que quem evidenciar sinais exteriores de riqueza incompatíveis com os seus rendimentos deva ser sujeito a um julgamento rápido, em regra nas 48 horas seguintes?”? Com respostas de “Sim” e “Não”, claro, sem "dependes". É uma caricatura da situação, mas o que se propõe é exactamente isto: uma justiça para pobres e uma justiça para ricos. Uma justiça rápida para “crimes de pobre” e a manutenção de uma justiça lenta para “crimes de rico”.


Na mouche, meu caro, na mouche!
Fernando Moreira de Sá a 30 de Agosto de 2010 às 22:47

o docontra e eu
Sempre a par
pesquisar neste blog
 
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
17

22
26
27
28

29
31


comentários recentes
<br />O grupo Maria Isco fornece ajuda para ...
Meus amigos lá é uma nova maneira de se tornar mui...
Nós somos um fornecedor de empréstimos de dinheiro...
Twitter
links
Twingly BlogRank