30
Mar 07
publicado por brmf, às 17:54link do post | comentar

...o facto de ninguém se ter incomodado com a não titularidade do Quaresma no jogo contra a Sérvia quando por altura do Euro todos se incomodavam com a ausência na equipa titular de jogadores do F.C.Porto. Será a proximidade do Benfica-Porto a falar mais alto? Ou estaremos perante um caso de Patriotismo selectivo?

 

 

P.S.: E que bom o Petit ter jogado os 180 minutos, ainda que com dores.

Secções:

publicado por brmf, às 15:09link do post | comentar

A Grande Entrevista de Judite Sousa com António Barreto. AQUI. ( aconselho vivamente a última parte quando fala de Álvaro Cunhal)


publicado por brmf, às 11:14link do post | comentar | ver comentários (1)

(Rita Vaz, coordenadora da Juventude Nacionalista - PNR)  

 

Percebe-se a razão da adesão ao PNR. A frustração deve ser grande.


29
Mar 07
publicado por brmf, às 18:27link do post | comentar

A poucos dias do clássico relembremos:

 

 

É que o fiscal de linha parece que é o mesmo; é bom relembrar-lhe que as bolas que atravessam a linha de baliza são GOLO.

 

Secções: ,

publicado por brmf, às 15:01link do post | comentar

"Porque os telefones tocam" de Rui Ramos, no Público

"Visto desta democracia, é difícil não achar repugnante um regime como o que Salazar manteve neste país. Foram décadas onde, em Portugal, o governo negou ou limitou o direito de oposição, autorizou a tortura como um método normal para recolher informações, sujeitou a imprensa a censura, e praticou a discriminação política no emprego. Mas quando vemos que alguns dos que condenam o salazarismo invocando esses despotismos e crimes são os mesmos que nunca se incomodaram com essas coisas na União Soviética ou em Cuba, percebemos que a indignação que o salazarismo neles provoca não se deve ao horror perante a ditadura, mas antes às causas que, segundo eles, a ditadura terá beneficiado: o capitalismo e a igreja.

(...)

Devemos ensinar às criancinhas que Salazar e Cunhal eram maus? Se quiserem. Mas seria talvez preferível prepará-las, não para odiar Cunhal ou detestar Salazar, mas para resistir à mentalidade de guerra civil que criou os Cunhais e os Salazares, por exemplo, à mania para chamar “fascista” a quem pensa de uma maneira diferente, ou ao hábito de reivindicar em exclusivo a “democracia” e a “modernidade”. O fogo apagou-se, mas há muitos carvões com vontade de se acenderem. Foi o que transpareceu na discussão à volta deste concurso. Sessenta mil telefonemas a favor de um Salazar em confronto com Cunhal num concurso televisivo não chegam para fazer uma Frente Nacional. Mas há gente à esquerda que gostaria de transformar esses telefonemas numa Frente Nacional – porque precisa de um par à altura para criar o ambiente em que a sua própria intolerância possa parecer justificada." 

(bolds meus)
 

(via Revista Atlântico)

Secções:

14
Mar 07
publicado por brmf, às 10:00link do post | comentar

Manuela Ferreira Leite: "Parece-me impensável que haja uma redução dos impostos sem haver redução da despesa (...) totalmente irresponsável (...) Não quero nem pensar que por esta folga resultante da melhoria da receita o Governo algum dia venha dizer que então vai baixar os impostos(...) deve preparar-se para fazê-lo, mas só terá legitimidade política caso apresente o mesmo montante de redução da despesa."

 

Ouviu Sr. Marques Mendes?

Com uma oposição destas, José Sócrates pode continuar o seu belo passeio por São Bento.

 

Secções:

publicado por brmf, às 09:55link do post | comentar

(foto via: O Jogo)


09
Mar 07
publicado por brmf, às 17:45link do post | comentar
Uma boa media para combater o aquecimento global: o Al Gore passar a ter um consumo energético igual ou inferior aos seus conterrâneos. (link)
Secções: ,

07
Mar 07
publicado por brmf, às 18:32link do post | comentar

Ouço na Rádio que o PSD pretendia ver na nova lei sobre o Aborto o aconselhamento obrigatório no sentido de o evitar. Ou seja, o PSD queria algo do género: a mulher ia a um médico e este dizia-lhe “olhe, não aborte que isso é mau. Você está a cometer um “crime” apesar de não ir presa. Não faça isso, está a matar uma criança. É uma criminosa” (passe o exagero) . Existe maior humilhação do que esta? Para isso mais valia a lei anterior, ao menos o moralismo era feito às claras. O PSD queria uma vitória na secretária com bónus. O aconselhamento deve ser obrigatório, mas num sentido informativo, não num sentido moralista, que é o que se depreende das palavras dos dirigentes do PSD.

Pior que isto só mesmo o teor das declarações: «Coitadinhas das mulheres que, se forem alertadas numa consulta de aconselhamento para a necessidade que o Estado tem de tutelar o direito à vida, já não são livres para decidir» (Marques Guedes via TSF

Com uma oposição destas, José Sócrates pode continuar o seu belo passeio por São Bento.

Secções: ,

publicado por brmf, às 12:29link do post | comentar | ver comentários (1)

Antes do jogo de ontem, num momento recreativo, tinha escrito as palavras que se seguem para colocar neste blog após o jogo:

Sim, eu sei que deveria torcer pelas equipas portuguesas quando jogam a nível internacional, mas não consigo, desculpem, pelo menos em relação a uma equipa não consigo, é mais forte do que eu. Eu quero que o Porto perca sempre seja contra quem for. Eu sei que é falta de patriotismo, mas admitam que existem pecados bem piores. Eu pago os meus impostos. Eu considero-me um cidadão responsável. Não cometo ilegalidades. Pronto, admito umas piratarias de vez em quando. Se não consigo apoiar uma equipa Portuguesa perdoem-me, mas é mesmo assim. Não sou hipócrita. Obrigado Chelsea. Obrigado “Special One”.

Hoje, mesmo considerando tudo o que escrevi acima como verdadeiro, tenho que dizer que o F.C.Porto merece os meus parabéns, honrou condignamente o futebol português. Foi talvez das poucas vezes onde até senti uma pequena vontade que ganhassem, mesmo sabendo que os teria que aturar por tempo indeterminado; ninguém mais os calava. Merecem os meus parabéns.

Mais uma vez se provou que a sorte e o azar não estão repartidos de igual forma por todos. O Mourinho tem sorte, essa é que é a verdade. Mas já a tinha no F.C. Porto, convém não esquecer. Muitos dos Portistas que falam hoje em dia da sorte do homem, são aqueles que não a admitiam nos tempos em que treinava o F.C. Porto. A esses não reconheço autoridade moral para falar.

Secções:

publicado por brmf, às 12:28link do post | comentar

Qual D. Sebastião qual quê. O Dr. Portas está de regresso e com ele, mais uma vez, um apagador no bolso. Aparece com uma aura de liberal – aparentemente - que nunca demonstrou ter no passado. O verdadeiro camaleão. De Paulinho das feiras, passando pelos Combatentes, pela classe média e agora, por fim (será?), o “liberal”. Será que não existe à Direita ninguém que possa verdadeiramente ser o rosto de um Partido de Direita Liberal?

Secções:

publicado por brmf, às 12:26link do post | comentar
Após uns dias de interregno, ei-lo de volta.

o docontra e eu
Sempre a par
pesquisar neste blog
 
Março 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
31


comentários recentes
Mettiamo a vostra disposizione un prestito da 1000...
<br />O grupo Maria Isco fornece ajuda para ...
Meus amigos lá é uma nova maneira de se tornar mui...
links
subscrever feeds