23
Abr 09
publicado por brmf, às 18:34link do post | comentar | ver comentários (1)

Otelo Saraiva de Carvalho admite recusar a promoção a coronel e pode processar o Estado. Diz o Otelo Saraiva de Carvalho que, a partir do momento em que foi ilibado do processo das FP-25, deixou de estar na situação de “demorado” (pendente), pelo que deveria ter sido logo promovido pela antiguidade e não ao abrigo de uma lei de reconstituição de carreiras. Diz ele que os oficiais do seu curso terão sido todos promovidos àquele posto - o que aparentemente será verdade -, pelo que não há nenhum motivo para que ele não o seja. Apetecia-me dizer que é pobre e mal agradecido, mas a verdade é que tem razão nos seus argumentos. É bom lembrar que Otelo Saraiva de Carvalho foi amnistiado pelos alegados crimes cometidos. Uma amnistia é acto pelo qual o Estado renuncia à imposição de sanções ou extingue as já pronunciadas. Dito isto, um amnistiado não pode, não deve, ver os seus direitos reduzirem-se por algo que foi cometido com o carimbo do Estado como “acto de utilidade social”. A vergonha vem de trás. Esta é, tão-somente, uma decisão envergonhada.

___

Ricochete


publicado por brmf, às 10:24link do post | comentar

Biblioteca digital

Secções:

o docontra e eu
Sempre a par
pesquisar neste blog
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
18

19
21
25

26
27
28
29
30


comentários recentes
Mettiamo a vostra disposizione un prestito da 1000...
<br />O grupo Maria Isco fornece ajuda para ...
Meus amigos lá é uma nova maneira de se tornar mui...
links
subscrever feeds